A casa

Com os imigrantes italianos aprendemos que a tradição de se pegar o pedaço de pizza com a mão é muito importante, por que ela deve ser degustada logo que sai do forno e não pode sofrer choque térmico, para ser apreciada em sua plenitude. Nos ensinaram muitos e muito “segredinhos” e ao coloca-los em prática, para acompanhar nossa trajetória de descobertas, convidávamos amigos à partilhar nossa mesa a cada final de semana.

Depois de alguns anos, a “pizzada” que acontecia aos sábados inicialmente com a presença de poucas pessoas, foi tomando proporções que fugiram à dimensão doméstica e em janeiro de 1990, conservando seus traços iniciais, num ambiente descontraído, com muitos amigos, sem garçons, porém com o amor e carinho de sempre…

Nasceu:

a tal da pizza
  • A massa? Segredo resgatado das “nonas”. Você come, come e nem sente que comeu.
  • O molho de tomate? Natural !
  • Nos recheios? Equilíbrio: nem de mais, nem de menos.
  • Sabores? Deliciosos! Ora ousados, ora irreverentes e as vezes surpreendentes!
  • Ingredientes? As mais finas iguarias que um gourmet possa garimpar.
  • A linguiça? Napolitana. Outro segredo secular que a própria família se encarrega de guardar.
  • A atmosfera? Sinta e sinta-se à vontade.
  • O serviço? Impecável, pois é feito por você!

Sirva-se de bebidas e não se esqueça de anotar na sua comanda de consumo.

Peça sua pizza e.. Delicie-se!!!